Clicky

Como criar scripts em Python compatíveis com o 3ds Max e não usar MAXScript

O uso de scripts e rotinas personalizadas é extremamente comum em ambientes de produção 3d, principalmente em estúdios que precisam organizar e criar conteúdo de maneira rápida. Tudo que pode ser automatizado usando scripts acaba sendo desenvolvido por equipes de programadores especializados naquela linguagem. O maior desafio para profissionais interessados nesse ramo é a grande diversidade de linguagens usadas para criar essas rotinas. Por exemplo, o 3ds Max usa o seu MAXScript para criar ferramentas e rotinas assim como o Maya usa MEL. Outras ferramentas 3d começam a adotar como padrão de desenvolvimento a linguagem Python, o que facilita muito a migração e criação de ferramentas que podem ser facilmente adaptadas para softwares distintos.

Entre as principais suítes 3d que suportam Python encontramos o Blender 3D, Softimage XSI e o Houdini 3D. Os artistas do estúdio Blur são usuários do Softimage XSI, mas por muito tempo adotaram o 3ds Max para criar suas animações e imagens. Isso resultou em diversas ferramentas personalizadas e rotinas prontas escritas em MAXScript, sem mencionar os projetos salvos nesse formato. O problema é que com o tempo o estúdio precisava de uma maneira de portar as ferramentas atualizadas e melhoradas com Python para projetos no 3ds Max, sendo que esse não consegue usar Python.

A solução foi criar um software interprete o Python para o 3ds Max como se fosse MAXScript. Assim nasceu o Py3dsMax que já comentei ontem mesmo no meu Twitter.

(1024) : random.

O melhor de tudo é que essas ferramentas desenvolvidas pelo estúdio Blur, sempre são disponibilizadas de maneira gratuita para qualquer pessoa usar nos seus projetos, assim como acontece com os diversos scripts desenvolvidos em MAXScript. Na página existe até um exemplo mostrando o resultado de um código escrito em Python e portado para MAXScript usando a ferramenta.

Esse tipo de ferramenta é extremamente importante para unificar e deixar a criação de rotinas personalizadas muito mais universal.

Se você tem habilidades com programação, ou interesse em desenvolver pesquisar relacionadas com aplicações para computação gráfica, essa é uma área carente de profissionais no mercado brasileiro. Todas as produções médias ou grandes, precisam de uma pequena equipe de desenvolvimento. Com esse incentivo do Py3dsMax, o Python se torna cada vez mais a melhor opção para criar rotinas para suítes 3D.

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um Comentário

  1. Hamilton 31/08/2009 em 1:36 am

    Em uma das próximas versões o 3ds Max vai aceitar Python. Li isso no blog do Ken Pimentel.

Deixar Um Comentário