Clicky

Tutorial de iluminação para estúdio com o YafaRay e Blender 3D

Entre as diversas maneiras de apresentar um projeto que envolve apenas a modelagem de um objeto ou produto está a chamada renderização de estúdio. O objetivo nesse caso é mostrar o objeto 3d em um cenário com fundo infinito e boa iluminação para demonstrar apenas a forma do objeto sem a necessidade de inserir o mesmo em um contexto. Os profissionais e artistas que trabalham com visualização de objetos já devem conhecer esse tipo de configuração simples para cenas 3d, e devem ter um cenário pronto para apenas importar os modelos 3d e finalizar de maneira rápida seus projetos. No meu caso, tenho cenas com ambiente de estúdio configurados no Blender 3D, YafaRay ou LuxRender.

Dessa forma, sempre que for necessário mostrar a modelagem de um objeto ou produto, basta fazer um Append da cena e posicionar os objetos.

Caso você não saiba como criar esse tipo de cena usando o Blender 3D e o YafaRay, um tutorial muito interessante e detalhado foi publicado no próprio web site do YafaRay, mostrando como configurar o render em cenas de estúdio.

studiosetupYafaRay-Blender-3d-design-produtos.jpg

O procedimento é relativamente simples e evolve apenas a criação de um plano de fundo infinito e o ajuste da iluminação usando luzes do tipo Area do Blender. Essas luzes conseguem gerar iluminação difusa de qualidade de maneira muito semelhante ao que acontece em ambientes de estúdio reais.

O tutorial vai um pouco mais além do que simplesmente explicar o procedimento para configurar a cena, e mostra várias opções para melhorar a iluminação e as reflexões nos objetos com materiais como vidro e plásticos, usando técnicas mais sofisticadas de render como a adição de mapas HDRI para renderizar a cena.

Esse material é útil para qualquer artista 3d, mesmo que você trabalhe em áreas como a visualização de projetos arquitetônicos, a modelagem de uma peça de mobiliário pode ser representada usando esse tipo de cena, ajudando na visualização e avaliação do modelo em cenas reais. Em termos de animação de personagens, podemos apresentar testes de modelagem dos mais variados tipos, sempre buscando mostrar o modelo 3d por completo. É o tipo de cane que deveria ser ensinada para todos os artistas 3D.

Sobre o Autor:

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

3 Comentários

  1. Jason José do Nascimento 03/09/2009 em 4:59 am

    Allan,

    Hoje comprei o livro Blender 3D o guia do usuário da Novatec.
    Resolvi iserir o Blender nas minhas aulas para dar uma outra opção de software 3D para meu aluno.

    Na página 337 do capítulo 13 (YafRay), você escreve que este renderizador tem limites com relação a materiais com halo e partículas.

    O LuxRender também tem essa limitação?

    Abraço

  2. Allan Brito 03/09/2009 em 10:29 am

    Oi Jason,

    Na época em que escrevi o livro, ainda falava sobre o YafRay e não o YafaRay.

    O LuxRender também não reconhece alguns recursos do Blender, assim como o YafaRay. Por exemplo, as partículas podem ser covertidas para objetos do tipo Mesh para manipular no Render.

    Abraços

  3. Wagner Duia 04/09/2009 em 9:28 am

    Ótima dica Allan,

    Apesar de ser uma cena simples, eu sempre me equivocava na hora de dimensionar as luzes, e o fazia diretamente na virew port, o que me dificultava muito no ajuste da intensidade delas.
    Valeu a dica!!!

    Abraço

Deixar Um Comentário