Comparação entre o YafaRay, Maxwell Render, LuxRender e Indigo Renderer para arquitetura

A escolha de um renderizador externo é presença obrigatória na lista de tarefas que qualquer artista 3d precisa definir antes de começar um projeto. Ainda conheço artistas que escolhem usar técnicas conhecidas como Fakeosity, em que a iluminação global é simulada usando diversos pontos de luz e muita habilidade artística, para criar efeitos realistas sem os modernos algoritmos de GI. Depois de escolher o renderizador próprio para seu projeto, ainda será necessário determinar se o renderizador deve usar métodos do tipo Unbiased ou Biased render. No primeiro caso as imagens usam derivações ou o próprio Metropolis Light Transport, muito famoso pelo seu alto nível de realismo nas imagens.

A melhor maneira de escolher um renderizador é fazendo testes com o mesmo, para verificar se o tempo de render e qualidade dos materiais e efeitos gerados na iluminação se enquadram as suas necessidades. Os usuários do Blender 3D estão ganhando mais opções de renderização com diversos renderizadores disponíveis por scripts, como o V-Ray standalone que pode ser integrado com o Blender de maneira simples e eficiente usando um Script em Python. Estou até pensando em comprar uma licença do V-Ray para poder escrever sobre essa integração e aplicar o V-Ray nos meus projetos e aulas.

Como sei que muitas pessoas tem a mesma dúvida, sobre qual o melhor renderizador para projetos de arquitetura e interiores, encontrei alguns testes feitos por usuários do Blender 3D comparando quatro renderizadores diferentes em dois projetos distintos.

O primeiro teste é uma comparação entre renderizadores do tipo Unbiased, que usam ou se baseiam no Metropolis Light Transport que são:

  • LuxRender
  • Indigo Renderer
  • Maxwell Render

A avaliação da renderização foi publicada nos fóruns de usuários do LuxRender, com o uso da seguinte cena:

teste-render-yafaray-maxwell-luxrender-blender-3d.jpg

Qual o vencedor? Nesse teste os melhores resultados foram obtidos pelo Indigo Renderer. Quando comentei esse teste com meus alunos, os mesmos acharam que o vencedor seria o Maxwell Render, afinal o mesmo custa quase 1000 dólares e deveria ser o melhor. Bem, o teste mostra que no tempo estipulado pelo autor o Indigo foi quem produziu as imagens mais “limpas”.

Todas as cenas foram criadas no Blender 3D. O Maxwell Render suporta arquivos do Blender? Sim! O Maxwell é um programa indepedente, com uma interface e controles independentes. No caso, o Blender 3D cria o modelo e exporta para um formato de arquivo compatível com o Maxwell para o teste.

Os dois links abaixo levam para mais testes de renderização um pouco mais antigos, que comparam apenas renderizadores compatíveis com o Blender 3D:

Com essa quantidade de material e testes de render, a escolha do software mais adequado para seus projetos deve ficar bem mais simples.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um comentário sobre “Comparação entre o YafaRay, Maxwell Render, LuxRender e Indigo Renderer para arquitetura”

  1. Allan poderia me informar como faço para conseguir um curso completo do programa Maxwell Render pode ser em video ou em escola em S.P

    grato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *