Renderização volumétrica com Blender 3D e LuxRender

A renderização de volumetria ou efeitos atmosféricos sempre é um problema, assim como os efeitos necessários para gerar ambientes aquáticos como comentei em artigo publicado ontem aqui no blog. Esse tipo de efeito pode ser gerado no Blender 3D com uma opção presente nas luzes do tipo Spot que é o Halo. Ao acionar essa opção na luz, podemos “visualizar” os raios de luz com uma espécie de neblina que representa muito bem a volumetria. Quando o projeto envolve o uso de renderizadores externos como o LuxRender ou YafaRay, o procedimento para gerar esse tipo de efeito muda significativamente.

No caso do LuxRender é um pouco complicado de começar a trabalhar com esse tipo de efeito, pois até mesmo na documentação do software existem poucas informações ou procedimentos sobre o funcionamento desse tipo de opção. Um usuário do LuxRender publicou um pequeno estudo nos fóruns do LuxRender com uma cena de teste e os procedimentos necessários para gerar o efeito. O resultado do efeito pode ser conferido na imagem abaixo, que foi incluída na Wiki do LuxRender:

tutorial-render-volumetria-luxrender-blender-3d.jpg

O procedimento para criar esse tipo de efeito no LuxRender envolve alguns pequenos truques. O primeiro é a criação de m sólido geométrico que precisa ser configurado com um material chamado boundvolume, que define a área em que a emissão do volume deve acontecer. O funcionamento é semelhante ao Domain usado nas simulações de fluidos.

No exemplo disponibilizado pelo usuário ele criou um cubo que envolve o volume completo da cena para que o efeito seja gerado apenas dentro do volume. Pelos testes que consegui fazer em outras cenas, percebi que esse mesmo volume gera uma pequena neblina na sua área. A interação com os raios de luz é que marca a trajetória dos pontos de luz na cena.

Além disso, ainda é preciso alterar o Integrer usado para renderizar a cena, pois apenas com as opções Path e Directlight é que a criação de volumes funciona. Essa é uma limitação da versão 0.61 do LuxRender que já está nos planos dos desenvolvedores para correções na atualização para o LuxRender 0.7. Recomendo que você faça o download da cena disponível nos fóruns e estude as configurações. O efeito é muito interessante, mas deixa o render ainda mais lento do que já é no LuxRender, portanto é necessário cuidado ao adotar esse tipo de efeito em projetos importantes.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *