Tutorial 3ds max: Usando o modificador Displace

A criação de pequenas deformações na malha de superfícies 3d é de grande ajuda no processo de produção de qualquer projeto relacionado com computação gráficas 3d. Existem vários tipos de procedimentos que podemos usar para aplicar essas deformações sem precisar trabalhar de maneira individual nos elementos da deformação. Por exemplo, a criação de uma parede de tijolos pode envolver a modelagem individual de cada um dos tijolos, sendo com polígonos próprios ou então com a extrusão das faces representando os segmentos de cada peça individual.

Isso uma enorme quantidade de trabalho, mas o resultado fica bem convincente. Apesar de ser convincente, a solução não é adotada por muitos artistas devido a dificuldade em gerar todos os tijolos da estrutura. Para esse tipo de modelagem podemos muito bem usar um recurso chamado de mapa de displacement.

A maioria dos softwares possuem esse tipo de recurso ou como um elemento dos materiais, mas existem também os casos em que o displacement faz parte do conjunto de modificadores do software como é o caso do 3ds max. No vídeo abaixo podemos acompanhar como funciona o modificador Displace no 3ds max exatamente para criar uma parede de tijolos.

O procedimento para usar o modificador Displace é simples, e precisamos apenas seguir um requisito básico para usar o modificador que é adicionar uma boa quantidade de subdivisões no objeto que receberá o modificador. Isso é necessário devido ao fato do Displace gerar deformações reais na malha 3d, que é o fator que gera mais vantagens em termos de visualização do efeito do Displace. Por exemplo, como geramos geometria real os modelos 3d ficam muito bem em enquadramentos próximos da câmera, diferente dos chamados mapas de Bump.

Depois que o autor do vídeo adiciona o modificador, basta selecionar a textura que será usada como base para as deformações, e que nesse caso foi uma textura de tijolos. No final do processo é necessário apenas ajustar a intensidade da deformação gerada para que tenhamos uma parede de tijolos gerada por deformações automatizadas. Sempre que você poder aproveitar texturas para gerar geometria, como nesse exemplo, utilize a ferramenta para reduzir o tempo de trabalho dedicado a cada modelo 3d no projeto.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Um comentário sobre “Tutorial 3ds max: Usando o modificador Displace”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *