VoroFrag: Script gratuito para 3dsmax ajuda na fragmentação

As ferramentas que permitem quebrar um objeto 3d em vários pequenos pedaços estão cada vez mais comuns entre softwares 3D. Até alguns meses atrás apenas com o uso de plugins e ferramentas externas, que na maioria das vezes eram pagas, podíamos ter a facilidade de pegar um objeto poligonal e quebrar o mesmo em vários pequenos pedaços que podem ser usados para animação. O que isso significa? Muitos diriam que nenhum polígono está mais a salvo com essa recente leva de opções de fragmentação. Mas, o que temos realmente são as técnicas usadas em ferramentas proprietárias aparecendo em opções de scripts gratuitos.

E agora é a vez do 3dsmax com um plugin gratuito chamado VoroFrag que permite fragmentar um objeto poligonal usando formas baseadas na distribuição Voronoi. O vídeo abaixo mostra bem a aplicação do plugin no 3dsmax para quebrar um objeto poligonal.

Esse tipo de ferramenta possui diversas aplicações em softwares como o 3dsmax e permite que artistas possam integrar animações de fragmentação em seus projetos, sem a necessidade de utilizar artifícios como partículas ou outros truques para simular esse tipo de movimento.

Ainda me recordo da época em que ministrava aulas sobre o 3dsmax com mais frequência e sempre que mostrava o campo de força Bomb do software, os alunos ficavam muito empolgados com a possibilidade de destruir vários objetos diferentes. Quando você pode destruir e também iniciar uma combustão com esses fragmentos, a coisa fica ainda mais divertida. Para opções avançadas de fragmentação no 3dsmax existem vários softwares proprietários que ajudam muito nessa tarefa.

Um dos que conheço muito bem é o Ray Fire, que tem opções avançadas de fragmentação. Outro que recentemente recebeu um script capaz de realizar esse tipo de fragmentação é o Blender, usando o seu Add-on Cell Fracture.

Esse Add-on do Blender foi inclusive tema das aulas 07 e 08 do curso sobre animação baseada em física com Blender, que publiquei recente no EAD – Allan Brito. O resultado dessas aulas foi a animação abaixo, em que é simulada a demolição de um objeto poligonal destruído por um projétil. No caso do Blender o vídeo é uma montagem de duas partes, mas o efeito é bem interessante.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *