Câmeras 360: Comparando modelos e marcas

O conteúdo produzido para dispositivos em VR pode surgir de várias formas, sendo renderizado por softwares 3D ou mesmo gravado em forma de vídeo. Para conseguir vídeo nesse formato é necessário usar câmeras 360 que podem variar bastante em termos de qualidade e resultado. Uma das principais dúvidas relacionadas a esse tipo de equipamento está na escolha da melhor opção, em termos de custo benefício.

O mercado de câmeras 360 já possui opções para os mais variados bolsos, indo de soluções profissionais até mesmo modelos mais baratos. Uma das grandes diferenças entre essas câmeras é a resolução das imagens e vídeo, sem mencionar os preços.

Algumas das soluções são baseadas em um único equipamento que faz a captura ou então um rig com múltiplas lentes. Entre as soluções disponíveis os resultados são melhores com os rigs formados por várias câmeras GoPro. Mas, qual é a melhor opção entre elas? Como escolher?

Para ajudar a responder essas perguntas o IMMERSIVE BLOG organizou uma comparação entre as diversas câmeras existentes no mercado, e publicou também vídeos gravados com os equipamentos. As diferenças de resolução e preço são bem significativas. Mas, o que realmente faz a diferença é a qualidade da imagem, e os equipamentos capazes de gravar vídeos em 4K são os que resultam em experiências mais imersivas.

câmeras 360

O mercado ainda deve ver outras soluções de câmeras 360 que são capazes de gerar conteúdo para ambientes VR. Infelizmente esses equipamentos não estão a venda oficialmente no Brasil, mas é uma boa referência para quem precisa investir em câmeras 360 e tem como importar. É a maneira mais fácil de gerar conteúdo para dispositivos VR com base em vídeo.

A escolha deles no final foi para a câmera da Kodak, que seria a minha também. Mais detalhes na tabela comparativa disponível no artigo deles. Mas, se o custo não fosse problema e a pós-produção o rig com a GoPro é muito mais interessante!

Usando material das câmeras 360

Quer criar conteúdo para ambientes em VR? No EAD – Allan Brito você encontra diversos cursos e treinamentos relacionados com animação que ajudam a entender esses equipamentos e também a criação de vídeos para VR:

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *