AutoCAD 2010: Exemplos de desenho técnico usando constraints

O desenho técnico é uma área renegara pela maioria dos artistas envolvidos com criação visual, muito pelo fato de ser um tipo de produto visual que tem grandes limitações e precisa seguir inúmeras regras e padrões, caso contrário o desenho não será muito útil. Mas, mesmo sendo de pouca popularidade entre os artistas 3d, ainda considero muito importante para qualquer pessoa, principalmente se o seu trabalho envolver modelagem 3d, conhecer algumas convenções e técnicas de desenho. Um exercício que sempre passo para meus alunos, quando o assunto é modelagem de cenários, é o desenho técnico de um pequeno ambiente e determino que o exercício é modelar o ambiente em 3D.

Isso não está longe da realidade, em que várias vezes já tive que socorrer colegas que trabalham com modelagem para interpretar partes de uma planta ou elevação. Nada melhor que estudar o software mais usado no Brasil para esse tipo de trabalho, que é o AutoCAD. Ele é mais usado devido à grande massa de usuários criada desde as primeiras versões do software, ainda rodando em ambiente DOS. Esses usuários acabam passando as suas experiências em cursos e faculdades e está formado um ciclo vicioso em torno do formato DWG.

Esse artigo aborda o uso de um dos recursos novos no AutoCAD 2010, que são os contraints de desenho que remontam pelo nome as ferramentas de animação existentes na maioria dos softwares 3d. Nos softwares 3d é possível encontrar contraints que controlam e limitam os movimentos dos objetos em 3d. No AutoCAD o seu objetivo é ajustar as entidades de desenho, como linhas, arcos e círculos.

O primeiro vídeo é uma excelente demonstração de como essas ferramentas ajudam na manipulação de linhas, com opções para deixar as mesmas paralelas, perpendiculares e muito mais.

O segundo vídeo aborda exatamente as mesmas ferramentas, mas com um pouco mais de brevidade nas explicações o que deixa ele bem mais curto. Serve como demonstração de como essas ferramentas podem ajudar na criação de um design mais organizado.

As ferramentas de constraint para desenho 2d estão localizadas na aba Parametric, e são uma ótima adição para os usuários já acostumados com desenho no AutoCAD. É o tipo de opção que deveria estar presente em todos os softwares de ilustração 2D.

AutoCAD 2010: Dicas para hachurias, cálculo de área e distâncias

No que se refere aos projetos envolvendo desenho técnico, um dos mais difíceis de trabalhar, mesmo em ambientes de desenho 2D são os projetos com paredes curvas. Desde a época da faculdade já sentia na pele as complicações para manipular áreas e outros elementos de desenho, como o arremate de paredes e esquadrias nas paredes. Quando a planta é elíptica o problema é potencializado, pois comandos como o Array que distribuiriam os objetos em volta de pontos, ajudam em plantas circulares, mas elipses não. No AutoCAD 2010, as ferramentas de gerenciamento de distâncias e áreas foram significativamente melhoradas e ajudam nesse tipo de projeto.

No vídeo abaixo podemos conferir a demonstração dessa ferramenta, aplicado em um projeto com paredes circulares e com diversos elementos distribuídos ao longo das paredes, como pequenas salas e cômodos.

Na primeira parte do vídeo, podemos acompanhar a demonstração de outro recurso que também foi melhorado, o gerenciamento de hachurias. Se você for usuário do AutoCAD há algum tempo, muito provavelmente já deve ter passado apuros com o uso e gerenciamento de áreas que precisavam de hachurias. Nessa nova versão do AutoCAD, agora podemos inclusive redimensionar a área das hachurias sem a necessidade de alterar a aplicação original.

No cálculo da área, agora existe um feedback visual para que você saiba a dimensão e abrangência da área que está sendo calculada. Antes era necessário prestar bem atenção para não perder a seqüência visual dos pontos, caso algum ficasse de fora era necessário fazer tudo novamente. Para cada opção do comando que calcula áreas, agora podemos visualizar marcações com cores diferentes, para acompanhar blocos adicionados ou subtraídos do cálculo.

Outro ponto demonstrado no tutorial é o uso da ferramenta para medir distâncias, uma evolução do comando DIST. Agora ele apresenta também feedback visual mais aprimorado, com a opção de Se você já fez o download do AutoCAD 2010, recomendo assistir ao vídeo para se inteirar das novidades e novas ferramentas dessa versão.

Para os que ainda não passaram pela experiência de trabalhar com projetos apresentado paredes curvas ou circulares, não se preocupe, pois mais cedo ou mais tarde você receberá uma planta ou projeto de cenário com esse tipo de geometria. Até nos softwares 3d mais poderosos e flexíveis em termos de modelagem 3d, esse tipo de representação é bem trabalhosa de reproduzir.

AutoCAD 2010

Parece que é realmente época de atualizar os softwares na Autodesk, além do 3ds Max 2010 que foi amplamente divulgado nos últimos dias agora é a vez do AutoCAD receber uma atualização para a versão 2010. Em termos de novidades e atualizações, o software recebeu algumas melhorias interessantes na parte de visualização e principalmente na produtividade, em termos de atualização de desenhos técnicos. No que se refece a interface do AutoCAD, pouca coisa foi alterada e o padrão Ribbon, que deve ser replicado para todos os outros softwares da Autodesk foi mantido.

Quais as novidades dessa versão? Entre as diversas melhorias e novas ferramentas propostas para o AutoCAD 2010, podemos destacar:

  • Ferramentas de desenho 2d paramétrico
  • Suporte a impressão 3D
  • Sistema de modelagem 3d melhorado e livre de restrições
  • Melhor pré-visualização da impressão em PDF

Essa não é a lista completa de melhorias, mas apresenta uma boa gama de ferramentas. Entre as opções apresentadas, a que deve satisfazer os artistas envolvidos com desenho técnico, a introdução de ferramentas paramétricas deve ser uma das mais aguardadas.

AutoCAD 2010

O desenho paramétrico funciona com base em várias restrições que podem ser adicionadas aos alementos de desenho. O processo é semelhante aos constraints usados em animação 3d, em que um elemento pode ser ligado usando várias pequenas regras para auxiliar o processo de criação. Esse tipo de ferramenta pode ser de grande ajuda, principalmente quando for necessário atualizar os desenhos.

Imagine a seguinte situação, um projeto com paredes organizadas apenas em ângulos ortogonais precisa ser modificado para que as linhas sejam redimensionadas e inclinadas. Em algumas ocasiões os comandos Stretch e Rotate resolvem, mas é quase certo que alguns elementos precisem de alterações individuais. Com essas novas opções de desenho paramétrico, um desenhista pode adicionar ligações para que linhas sigam a orientação ou escala de outros elementos.

Para conhecer mais sobre essa nova ferramenta do AutoCAD 2010, assista ao vídeo abaixo.

Mais vídeos de demonstração do AutoCAD 2010, podem ser encontrados nesse ótimo artigo no blog Between the Lines.

Outra ótima novidade é o sistema de modelagem 3D mais flexível, em que a criação em 3D não se limita em sólidos e superfícies.

Se você quiser conhecer mais sobre o AutoCAD 2010, recomendo visitar esse artigo escrito por uma evangelista da Autodesk, que organizou um guia com as novidades do AutoCAD 2010 no formato PDF. A autora aborda todas as novidades com aspectos relevantes das ferramentas, inclusive já explicando o funcionamento de todas elas.