Exemplo de configuração para estúdio no 3ds Max

Já mencionei várias vezes aqui no site que uma das melhores técnicas de iluminação para apresentar objetos é a chamada configuração de estúdio. Esse tipo de ambiente tenta simular o que temos em estúdios fotográficos, com a vantagem de que temos total liberdade para fazer ajustes e modificações na iluminação e composição da cena de maneira rápida, diferente de um estúdio fotográfico real. O ambiente é formado por um plano representando um fundo infinito, que é usado para concentrar toda a atenção no objeto presente na renderização, e ajudar a espalhar a iluminação difusa também.

As luzes são geralmente formadas por planos de luz, usando o mesmo preceito dos estúdios fotográficos. A imagem abaixo mostra um desses estúdios fotográficos reais, em que são usados exatamente esses mesmos elementos.

Inside Studio

Em 3d é preciso saber reproduzir esse tipo de ambiente para aproveitar ao máximo do que a fotografia nos ensina para representar objetos da melhor maneira possível.

No tutorial abaixo, você vai aprender a criar esse tipo de ambiente no 3ds Max para mostrar como é possível apresentar o modelo 3d de um sofá.

O autor do tutorial adiciona na cena em que está o modelo 3d um plano de fundo semelhante ao que vimos no estúdio, mas com uma dobra suave. O plano foi adicionado usando uma curva, que modificada com um Fillet e depois extrudada para gerar o prolongamento do plano, acabou gerando o objeto necessário para compor a cena.

Na iluminação da cena o autor utilizou uma abordagem um pouco diferente, adicionando uma Skylight e depois luzes do tipo Direct do 3ds Max para gerar a iluminação. No meu caso, prefiro trabalhar com planos que emitem luz para conseguir a maior área possível de emissão, mas o resultado final dessa renderização não é ruim. O único ponto negativo em relação a uma iluminação de estúdio tradicional é que não teríamos aquelas sombras fortes marcando o piso do cenário.

Mesmo com essas pequenas diferenças, o tutorial ainda é válido para quem quiser aprender um pouco mais sobre o 3ds Max e a criação de cenas para estúdio.

Renderização de estúdio com Autodesk Maya 2009 e Mental Ray

A criação de cenas e animações em 3d pode ser um desafio quando o objetivo do projeto é apresentar apenas um objeto ou produto, como acontece com projetos de design ou mecânicos. Por exemplo, imagine que você precisa apresentar para um grupo de pessoas o design de um novo equipamento ou mobiliário, para entrar na linha de produção. A primeira apresentação deve ser realizada em um ambiente abstrato, sem nenhuma interferência no visual da cena para que o destaque fique no objeto apenas.

Qual a melhor opção para realizar esse tipo de renderização?

Nesse caso os artistas 3d usam uma cena muito comum em estúdio especializados em fotografia, você já deve ter visto esse tipo de ambiente em fotos ou vídeos. O plano de fundo apresenta uma grande lona ou plano branco, com luzes difusas espalhando a luz no ambiente de maneira bem uniforme. Essa é a melhor maneira de apresentar um objeto ou produto em 3d, sem a necessidade de fazer a composição com ambientes complexos.

As técnicas para criar esse tipo de ambiente nos diferentes softwares 3d e renderizadores são bem variadas, e apresentam particularidades. Para quem usa o Maya, ou gostaria de aprender o procedimento para criar esse tipo de ambiente no Maya 2009 usando o Mental Ray como render, encontrei três vídeos bem detalhados que mostram o processo completo.

No total os vídeos juntos somam quase 30 minutos de tutorial, pois o autor explica cuidadosamente cada um dos passos necessários para criar a cena.

Esses são os tutoriais:

Depois de assistir ao vídeo é possível tirar algumas conclusões sobre a produção desse tipo de cenário, para que você possa reproduzir o ambiente em outros softwares 3d, caso o Maya 2009 não seja a sua ferramenta 3d padrão.

O segredo de uma boa iluminação de estúdio é usar nas laterais do cenário, planos que possam espalhar bem a luz. Como o objetivo é apenas mostrar o objetou ou produto que é foco da câmera, uma iluminação difusa e que tenha grande área de abrangência ajuda muito. A colocação desses planos de luz pode ser acompanhada no segundo vídeo do tutorial.

A maioria dos renderizadores e softwares 3d pode reproduzir esse tipo de efeito, basta seguir os mesmos procedimentos apresentados no vídeo.

Para os usuários do Blender 3D e Indigo, aqui você encontra uma cena para download já com todas as configurações prontas e planos posicionados.