Tutorial Blender 3D: Criando grama realista com partículas

Entre os diversos tipos de elementos que podem compor uma superfície em 3d está a grama, que é um dos tipos mais difíceis de superfície para simular em 3d. Imagine a seguinte situação, você precisa distribuir sobre uma superfície em 3d, diversos objetos com escala reduzida e organização relativamente caótica e que ainda passem a impressão de serem compostos por material estritamente orgânico. Para quem não está acostumado com a criação desse tipo de objeto em 3d, a criação de grama é um verdadeiro problema em qualquer projeto. No que se refere ao Blender 3D, um dos melhores resultados em termos de simulação de grama foi apresentado no Big Buck Bunny, em que o cenário era composto na sua grande maioria por vegetação.

O projeto se beneficiou do recém implantado sistema de partículas do Blender 3D, apresentando opções novas para simular elementos complexos como esse. Caso você queira reproduzir essa mesma superfície em seus projetos pessoais, um artista conseguiu reproduzir o método de criação daquela superfície de grama no Blender 3D e publicou um vídeo com a orientação completa de como fazer.

O tutorial pode ser visualizado em alta resolução e com grande riqueza de detalhes. Se você quiser fazer o download da cena pronta, o autor disponibilizou o arquivo fonte do tutorial, com a grama já criada nesse link.

The Secret to Creating Realistic Grass in Blender from Andrew Price on Vimeo.

Segundo próprio autor do tutorial o segredo para conseguir uma boa representação de grama no Blender 3D é o conjunto de configurações para três elementos básicos:

  • Iluminação
  • Partículas
  • Materiais

Apenas quando os três elementos estiverem bem configurados e regulados é possível visualizar algo semelhante ao que foi mostrado no tutorial. Para quem não conhece muito bem o sistema de partículas do Blender, principalmente opções mais avançadas como a criação de instâncias no menu Children, o tutorial é uma excelente fonte de informações sobre esses recursos do sistema de partículas. Por exemplo, com o menu Children é possível criar cópias instanciadas das partículas na cena, resultando em renderizações com algumas centenas de objetos a mais que na 3D View um mínimo de consumo de CPU.

O que realmente faz a diferença é a dica para deixar o plano da superfície com a cor preta e a configuração de gradientes nos materiais. Isso faz muita diferença na imagem final!

Tutorial sobre criação de grama em 3d com o Blender 3D

A criação de grama para cenários sempre é um grande problema para a maioria dos artistas, pelo simples fato desse tipo de objeto representar na maioria das vezes a adição na cena de alguns milhares de objetos. A técnica mais simples para produzir grama é usando partículas ou as ferramentas para criação de cabelos ou pêlos em personagem, que se adaptam muito bem nessas ocasiões. Mas, ainda existem algumas pessoas que preferem trabalhar com a pequenos planos e triângulos na cena para representar vegetação. A verdade é que não existe técnica certa ou errada, contanto que você consiga criar a sua cena de maneira realista e que atenda as suas necessidades.

Nos meus projetos ainda uso muito a representação de grama por partículas, mas no caso dos artistas que usam o Blender 3D é necessário tomar alguns cuidados, antes de escolher um método. O problema é a compatibilidade de alguns renderizadores externos com o sistema de partículas ou cabelo do software.

Caso você nunca tenha tentado representar grama em 3D com o Blender, um ótimo tutorial mostra a criação desse tipo de elemento em 3d usando alguns dos modificadores mais recentes do software.


Another Grass Tutorial from adrian2608 on Vimeo.

O tutorial serve para mostrar um pouco mais das opções existentes e lançadas com as últimas atualizações do Blender 3D, como o novo sistema de partículas com muito mais opções de controle e também o incrivelmente útil ShrinkWrap.

A técnica usada no tutorial é a de criar as folhas da grama usando curvas para representar as superfícies, depois essas curvas são modificadas para parecer planos com extrude aplicado. Assim que as curvas estão criadas o autor cria várias cópias e um grupo para armazenar as curvas.

Com o grupo criado, basta aplicar um sistema de partículas em algum objeto para que o grupo possa ser usado como os objetos que representam as partículas.

Mas, isso não é tudo! Para completar o efeito, o autor cria um plano maior e o deforma. Isso dá a impressão que estamos olhando para um terreno acidentado. Com o modificador ShrinkWrap é possível fazer com que o plano emissor das partículas se adapte a geometria desse terreno acidentado, e a área que representa as partículas fica restrita apenas aquela parte.

Essa não é a única maneira de realizar o efeito, mas ainda assim é interessante conhecer a técnica, especialmente para as pessoas que ainda estão aprendendo. O vídeo está disponível em HD, portanto assista em tela cheia para visualizar todos os detalhes e menus do Blender 3D.