Ambient Occlusion no 3dsmax e V-Ray 2.0

A renderização de objetos transparentes que precisam ao mesmo tempo oferecer superfícies translúcidas e também permitir a passagem de energia luminosa é um desafio, em qualquer renderizador. O problema nesse tipo de situação é que geralmente os objetos transparentes permitem observar objetos posicionados através da sua superfície, mas não são preparados para permitir que a luz passe pelo seu material. Quando é preciso gerar efeitos com ambient occlusion na parte posterior dessas superfícies, é necessário recorrer a truques ou artifícios que ajudem na passagem de luz por materiais transparentes. Os recursos necessários para gerar o efeito são os mais diversos, envolvendo o uso de render em “passes” e também a remoção dos materiais transparentes da lista de influência das fontes de luz, fazendo com que os mesmos fiquem invisíveis para a luz.

Ambient Occlusion no 3dsmax e V-Ray 2.0

Tudo isso pode ser realizado sem grandes dificuldades na maioria dos softwares e renderizadores, mas os usuários do V-Ray 2.0 e 3dsmax possuem algumas opções extras para resolver esse tipo de problema, como mostra um tutorial em texto publicado no MintViz. O tutorial mostra como renderizar a cena de um relógio, em que o efeito de ambient occlusion é necessário na parte logo abaixo do vidro do relógio que é totalmente transparente.

Ambient Occlusion no 3dsmax e V-Ray 2.0

O truque apresentado no tutorial consiste no uso de uma textura do tipo VRayDirt em conjunto com um VRayExtraTex, que apesar de prolongar um pouco o tempo de render da cena, pode realizar de maneira satisfatória o efeito de ambient occlusion e gerar sombras e iluminação por objetos transparentes.

O VRayExtraTex é um Render Element do V-Ray que deve ser adicionado no painel correspondente, e o VRayDirt é um tipo especial de material que altera as cores da superfície que possui esse material, gerando uma aparência “suja” por meio de sombras de contato. Como o efeito das sombras de contato é bem semelhante ao que acontece no ambient occlusion, podemos facilmente aproveitar o efeito como um substituto para esse tipo de situação.

O tutorial é bem ilustrado e pode ser seguido por usuários iniciantes sem grandes dificuldade, mas é necessário possuir o 3dsmax e o V-Ray 2.0 para que tudo funcione sem problemas.

Publicado por

Allan Brito

Arquiteto que trocou as construções baseadas em tijolos pelas que utilizam pixels! Sim, os pixels também precisam ser devidamente construídos, e quem melhor do que um arquiteto para planejar construções?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *